sábado, 28 de fevereiro de 2009

Assusta-me!


Mente-me! Diz-me que o mundo vai acabar amanhã, que o céu irá cair na minha cabeça! Diz-me tudo o que queiras mas não me esqueças, não te percas de mim, não finjas que já não te lembras. Aperta meu sufoco dizendo que o sonho transforma-se em belos pesadelos e que as cores enganam as nossas percepções, mas não me digas que a fuga se torna no caminho a seguir. Mente, disfarça, finge... Assusta-me! Disfarça-te, esconde-te no local menos provável onde a tua voz se faça sentir onde quer que esteja. Coloca diferentes máscaras, mas segue-me, faz sentir a tua presença, aumenta o meu desejo de te ter em círculos simples.
Não percorras este caminho sozinha, quero ficar a teu lado, apoiar a lucidez aterradora de factos perdidos em tempos passados.


Walking alone...

12 comentários:

Sílvia disse...

Podes reverter a decisão e caminhar acompanhado.... ;)

bjinho***

(deixa-me conhecer o teu ecossistema.... kakakkakakka)

Alguém disse...

Mas que bonito, sim, senhor!! :)

beijinho

Alguém disse...

Mas que bonito, sim senhor!!
:)

beijinho

manzas disse...

Excelente!

Passando para desejar
Um resto de um bom fim-de-semana
Com paz, saúde e muito amor…
Fico grato pela visita
E comentário
Que fez no meu blogue…

O eterno abraço…

-MANZAS-

Katia disse...

konkordo km a silvia....pk n caminhar acompanhado?....é tao mais saboroso =)
gostei bastante...n é de estranhar....eskreves km poukos =)
bjs bjs

Daniel Silva disse...

Só um comentário, Hugo: CLAP CLAP CLAP


Abraço gd

Emanuel Azevedo disse...

Há algo de muito especial no que escreves.
Os meus parabéns e um forte abraço dos Açores.

Adrian LaRoque disse...

Excelente imagem e texto.

Adrian LaRoque disse...

Excelente texto e foto.

Daniel Silva disse...

Obrigado pelo comentário, Hugo.

São 3 músicas; referes-te à primeira? se sim é "This LOve" de Saragh Brightman".

Aquele abraço e diz coisas ;)

AnaMar (pseudónimo) disse...

De uma beleza indescritível, esse amor solidário.

Átila Siqueira. disse...

Achei seu texto muito poético, e gostei muito de sua literatura. Parabéns, e obrigado pela visita no meu blog.

Um grande abraço,
Átila Siqueira.