segunda-feira, 2 de março de 2009

O meu vício de ti!

O relógio desperta
Os segundos
O ponteiro corre
Faltam 5
5 minutos
para as 20.

A essência
A essência pelo ar desliza
O incenso
Queimado pelo ar fica
Doce brisa
Quando faltam 5
5 minutos
Para as 21.

A vontade...
O desejo permanece
A tristeza arrefece,
Esmorece
E falece.

Chega a hora
O luar é propício
Novo sentimento
Novo início
Quando faltam 5
5 minutos
Para as 22.

Tornar-se-ão estes 5 minutos
A última inspiração
A derradeira mudança
A primeira manifestação
De nova sentença?

É a hora...
É a hora de gritar Vitória,
E de perder o meu vício de ti.

Quando faltam 5
5 minutos
Para as 23.

Esses minutos
Dedico-os à procura dos vícios
Perdidos na loucura da dor
Na desilusão do amor
Na verdade sentida.

Quando existem apenas 3 Verdades,
A minha Verdade, a tua Verdade...
E a Verdade...
No simples passar do tempo,
No desafio que acrescento.

Tenho medo...
Medo que a liberdade se torne num vício
Num vício perdido
Num vício falhado!

14 comentários:

Daniel Silva disse...

Com uma criatividade diferente, mas bom, sempre bom. talvez por isso melhor, se é que se pode ir dizendo "melhor" naquilo que escreves ;)

hugs, Hugo

Salto-Alto disse...

Em primeiro lugar devo dizer que gostei muito de conhecer o teu blogue. Gosto do teu estilo de escrita e acho que escreves muito bem. :)

Em segundo lugar, queria pedir desculpa por só agora devolver o comentário que deixaste no meu blogue mas infelizmente, poucos minutos depois de eu ver o teu comentário, aconteceu o tal episódio do roubo do blogue! E com a confusão acabei por me esquecer!

Em terceiro lugar queria agradecer esse mesmo comentário e ainda as visitas ao meu blogue, espero sinceramente que tenhas gostado e que te tenhas divertido! És sempre bem vindo!

Beijocas e até à próxima, visitar-te-ei muitas mais vezes!

susana disse...

a liberdade nunca será um vicio... é uma meta... vivemos para aprender a ser livres!
Gostei imenso do teu espaço! Escreves bem e com alma.
Um abraço su

Raciocínico disse...

Tens um desafio para ti no meu blog

Katia disse...

este espaço j n é novo p mim mas, kd vez k te visito é km s foxe a primeira vez pk a kd novo text me surpreendes...
gosto d maneira simples mas delikada km eskreves....
saiu smp km um sorriso nos labios e vontade d ler mais e mais o k eskreves
bjs bjs

Mimo Azul disse...

é uma questão de não desperdicar essa liberdade!!!

Ou então ficarás preso a um qualquer vicio e só pensaras como é bom ser /ter liberdade!!!

bjcaaaa

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Gostei muito, boa semana pra você.
Abraços

(Carlos Soares) disse...

Poema belíssimo! " Tenho medo...
Medo que a liberdade se torne num vício
Num vício perdido
Num vício falhado! ". Obrigado pela visita.Um abraço.

Tatiana disse...

Hugo...
obrigada por sua visita.
Adorei conhecer o seu blog...
Que a liberdade seja seu vício constante...pois ela nos faz viver!

Um abraço carinhoso

Ninja! disse...

Os meus parabéns, está muito bom! =)

o¤° SORRISO °¤o disse...

Oi Hugo.

Obrigada pela visita ao meu Brincando com Arte.

Adorei conhecer seu espaço.

Criativo esse texto. Mas quando conhecemos a Liberdade percebemos que ela não é e nunca será um vício e sim uma necessidade.

**********

BOA NOITE E BONS SONHOS!!!

♥.·:*¨¨*:·.♥ Beijos mil! :-) ♥.·:*¨¨*:·.♥

Luis Bento disse...

Assiste-se à evolução da tua escrita! Começa a ser um vício...

Luis Bento disse...

Assiste-se à evolução da tua escrita... começa a ser um vício...

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Na margem do mundo
além dos meus olhos,
Belo,
Sei que o exílio será sempre
verdejante de esperança,
O rio,
Que não podemos atravessar
corre eternamente.
(Samuel Menashe)

Tenha um lindo final de semana cheio de amor e paz no coração
Abraços: Eduardo Poisl