sábado, 24 de janeiro de 2009

Personalidade histriónica!


Hoje uma amiga minha disse-me que eu sofria de uma patologia chamada Personalidade histriónica.
Basicamente os sintomas desta patologia são: desconforto nas situações em que não se é o centro das atenções; Interacções caracterizadas por comportamento inadequado; Sexualmente provocante ou sedutor; Superficialidade na expressão de emoções; Usa a aparência física para chamar a atenção sobre si mesmo; Discurso excessivamente impressionista; Auto dramatização; Teatralidade e expressão emocional exagerada e considera os relacionamentos mais íntimos do que na realidade são!


Talvez tenha que admitir que sofro desta patologia x)

3 comentários:

Sílvia disse...

Pois, decididamente enquadra-se...Enquadra-se tudinho...

bjinho***

Raciocínico disse...

É mais típica nas mulheres, mas também acontece com homens.

Pelo contrário, a Perturbação Narcísica da Personalidade é mais típica nos homens. Investiga que é para comparares =P

P.S. - De mim, dizem-me que sofro da 2ª, mas eu acho que não.

Anónimo disse...

curioso...estava precisamente agora a fazer umas pesquisas no google sobre a personalidade histrionica, dado que sou licenciada em psicologia e estou, no presente, a realizar o segundo ciclo de mestrado integrado e estágio.
Já estudei detalhadamente essa patologia e agora estou a fazer mais pesquisa porque tenho uma amiga que estou certa sofrer dessa mesma patologia. O único problema é que ela não tem consciencia crítica e parece não se dar conta de que algo nela não está bem: extremamente ciumenta, usa o corpo como chamariz para atrair os rapazes e para se tentar valorizar e realçar perante as restantes amigas, tem tendência a meter-se com rapazes que nos comentemos que são bonitos - como forma de nos provar que é atraente e que dá mais nas vistas - pedindo depois desculpa por meter conversa com eles, dizendo que a atitude não é a mais correcta. Regra geral, os histrionicos têm subjacente um esquema de defeito e de abandono, ou seja, têm medo de ser remetidos para segundo plano, sentirem rejeição ou acharem inferiores em relação aos outros.
mas atenção, que este diagnóstico não deve ser feito de forma arbitrária...podemos preencher alguns criterios desta perturbação, mas só preenchendo um determinado número é que ela pode ser diagnosticada.
deixo-te o meu mail: schmetterling_ba@hotmail.com, caso queiras esclarecer algumas dúvidas, questões ou mesmo falar...e até para mim seria gratificante perceber para além das teorias e tratamentos a forma como a vossa cabeça funciona...dado que só po ano é que vou estagiar e entrar em contacto com patologias do eixo II que vai ser o tema da minha tese de mestrado
abraços