sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Até já!


No para sempre do até já

Permaneço no tempo,

Sem saber a qual tempo pertenço.

Será o tempo que me escapa?

Ou tempo que rejeito?

Repouso no dorso das palavras,

envolto do semblante das emoções

Contornando adversidades

Sorrindo nas imperfeições!


8 comentários:

Patricia disse...

Feliz Ano Novo :)

Anónimo disse...

o melhor texto do ano para acabar em grande!
Leio e releio e o arrepio c o sorriso final reaparece cmo se a cda vez fosse 1a descobrte ;')

Gostei do reencontro das tuas palavras!

O "para sempre" está aqui bem ao lado...Até já! <3




*

CatarinaRaquel disse...

gostei (:

Claudia Ka disse...

O nome de seu blog é sensacional. Parabéns.
Estava passeando pela net e vi seu blog... Tenho um blog musical, bastante eclético. A proposta é a divisão musical segundo temperos e cores auditivas. www.temperomusical.blogspot.com
;-)

. intemporal . disse...

.

. espero.te . sempre .

.

. por todos os motivos .

.

. feliz ano de dois mil e onze .

.

. abraço.te .

.

. paulo .

.

Rolando disse...

Oi. Tudo blz? Estive aqui. Muito interessante. Apareça por lá. Abraços.

Os Inúteis... disse...

Parabens pelo blog muito bom
da uma olhada ae tbm ;D http://grandesinuteis.blogspot.com/

Diário da Antártida disse...

Gostei da simplicidade do texto, que apesar de breve consegue ser bem profundo.