domingo, 9 de agosto de 2009

_ you're so fuckin' special _


E tu julgavas que eu ainda não sabia sonhar,
e o sonho já parecia inacabado.
Momentos recheados de gestos correctos,
esquecidos em palavras, em cheiros de sílabas que me preenchiam.
Permaneci onde a luz sorria para ti,
prendendo-me no melhor que tu tens, complementando-nos num beijo só nosso, num abraço de PAZ.
A realidade foge-nos e ficamos perdidos,
onde o racional perde sentido.
Contigo, aprendo a sorrir,
deixando de pensar e calando de dizer.
Perco-me em trilhos onde encontro teu brilho,
subtis virar de páginas de uma dúvida permanente,
pegadas na areia perdida de vontades cruzadas,
reflectem-se em cores preenchidas de preto e branco.
Medos de sabores tímidos,
facilmente denunciados por gestos e atitudes,
Concretizados por desejos e impulsos.
Tudo o que queira ouvir o teu simples toque emite,
qualquer coisa que queiras viver e eu o possa ser,
resume-se a compatibilidades traçadas em mãos vincadas.
Escrevo para ler o que sinto,
sonho para observar o escuro de um doce olhar,
de um sorriso viciante.
Isto porque,

_ you´re so fuckin' special _



(... letra com sentido, capaz de definir, simplesmente, um momento...)

7 comentários:

Kate Rose * disse...

há pessoas assim. :)

prAia em Mim disse...

discurso intenso...gostei!

Kate Rose * disse...

eu estou com esperança que nunca acabe. :)

obrigada. :)

Daniel Silva (Lobinho) disse...

"E tu julgavas que eu ainda não sabia sonhar,
e o sonho já parecia inacabado.

Permaneci onde a luz sorria para ti,

Perco-me em trilhos onde encontro teu brilho,
subtis virar de páginas de uma dúvida permanente,
pegadas na areia perdida de vontades cruzadas,

Escrevo para ler o que sinto,
sonho para observar o escuro de um doce olhar,
de um sorriso viciante.
Isto porque,
You're so fuckin special"

Retiro estes trechos. LINDO:

aquele abraço amigo :)

Bernardo disse...

Tão lindo

Fábio Paulos disse...

muito fixe!!!

boa semana, abracos

EDUARDO POISL disse...

De tudo ficaram três coisas...
A certeza de que estamos começando...
A certeza de que é preciso continuar...
A certeza de que podemos ser interrompidos
antes de terminar...
Façamos da interrupção um caminho novo...
Da queda, um passo de dança...
Do medo, uma escada...
Do sonho, uma ponte...
Da procura, um encontro!

Fernando Sabino

Hoje passei pra deixar um poema para refletir e desejar uma semana linda com muito amor e carinho.
Abraços.