quarta-feira, 25 de junho de 2008

Saudades do menino que era!



Páro, olho para trás e vejo tudo aquilo que já passou...
Dá-me saudades da minha infância, de não ter responsabilidades de pensar que este mundo era feito de sonhos. Apertam as saudades de acordar durante a noite no meio da escuridão e nada temer porque tinha o pai e/ou a mãe a dizer(em) que estava tudo bem. Custa-me recordar quando me levantava bem cedo e ia com os manos para a sala ver desenhos animados durante horas. E a melhor parte !? ... era quando os papás levavam o pequeno-almoço à caminha... hummmm... tão bom ;)
Heróis e princesas marcaram o início da minha vida, criaram em mim uma fantasia e entusiasmo que hoje desmurenece a meus pés. Tenho saudades dos tempos de escola primária, sobretudo quando chegava a casa e tinha um lanxe à minha espera preparado pela minha avó, para depois ir estudar com a ajuda do avô.
Lembro-me do tempo em que crescia de dia para dia e que a escola continuava sempre a mesma, era apenas mais um ano que passava.
Agora, tudo é diferente! Vejo-me sozinho, longe da minha família, amigos, cidade... ou seja, de tudo aquilo que me acompanhou toda a minha vida. Penso, esta é apenas mais uma fase da minha vida, em breve termino a minha missão por terras da "Bracara Augusta" e fujo para outra paragem...é triste todo este nomadismo. No entanto, não me arrependo de tal opção, o que mexe comigo é tudo aquilo que fica para trás, que por mais voltas que dê, algumas desaparecem para sempre!

1 comentário:

silvia disse...

Penso mais vezes nisto do que aquelas que desejaria... e o q mais me custa é saber que dos tempos de infância nao ficou quase ninguém e isso custa...era tudo tao mais simples, tão mais fácil e de repente tudo muda e so mais tarde damos valor aquilo que passamos na santa terrinha.... apesar de tudo, faz-me falta.


p.s. tinha a foto ideal para ilustrares este post lol

bjinho