sábado, 12 de março de 2011

... e o tempo parou :)


Escuto o frio de tudo o que se passa

Finjo esquecer-me do presente

Que o tempo parou,

Que o texto ainda não terminou

Talvez porque não saiba qual o seu fim

A dificuldade em conjugar-me

Em remeter-me a uma hipotética análise

Sem ter que descrever o que digo

Sem ouvir o barulho que lá fora mudou

Naquele momento em que o tempo parou! :)

3 comentários:

Natacha disse...

Só pela escolha de Fernando Pessoa ali em cima, já seria suficiente para me prender a atenção... depois de continuar a ler, e mais e mais...

... chego à conclusão de que gostei mesmo do teu espaço! Parabéns :)

Carolina.Pandora Ak disse...

"Naquele momento lá fora em que o tempo parou"... Difícil sair disso, aceitar uma nova batida, se adequar a música... As vezes se ver como um clássico antigo, vivendo num mundo de funk carioca.
A escolha de aderir e se perder ou continuar ao menos sabendo quem é.

Thiago disse...

Muito bacana :)
Nossos bloggers tem quase o mesmo nome :)

http://mylosttear.blogspot.com/