quarta-feira, 5 de dezembro de 2007

Pedro Abrunhosa "Ilumina-me"




ILUMINA-ME

(Pedro Abrunhosa/ Pedro Abrunhosa)

Gosto de ti como quem gosta do sábado,
Gosto de ti como quem abraça o fogo,
Gosto de ti como quem vence o espaço,
Como quem abre o regaço,
Como quem salta o vazio,
Um barco aporta no rio,
Um homem morre no esforço,
Sete colinas no dorso
E uma cidade p’ra mim.

Gosto de ti como quem mata o degredo,
Gosto de ti como quem finta o futuro,
Gosto de ti como quem diz não ter medo,
Como quem mente em segredo,
Como quem baila na estrada,
Vestido feito de nada,
As mãos fartas do corpo,
Um beijo louco no porto
E uma cidade p’ra ti.

Enquanto não há amanhã,
Ilumina-me, Ilumina-me.
Enquanto não há amanhã,
Ilumina-me, Ilumina-me.

Gosto de ti como uma estrela no dia,
Gosto de ti quando uma nuvem começa,
Gosto de ti quando o teu corpo pedia,
Quando nas mãos me ardia,
Como silêncio na guerra,
Beijos de luz e de terra,
E num passado imperfeito,
Um fogo farto no peito
E um mundo longe de nós.

Enquanto não há amanhã,
Ilumina-me, Ilumina-me.
Enquanto não há amanhã,
Ilumina-me, Ilumina-me.

2 comentários:

silvia disse...

pois ah e tal e verdade... sim as da rihana ate concordo... shakira pronto aquela ate gosto... agora britney spears... bom... absolutamente...nao... nem pensar...
mas acho que isso acontece muito com as musicas do quim barreiros... quem e que nao gosta da garagem da vizinha? pra quem nao gosta nao e isso que parece por exemplo nas queimas da fitas espalhadas por esse pais fora em que o concerto do quim e sempre o mais concorrido... pronto foi so uma modesta opiniao...

silvia disse...

enganei me no sitio do comentario anterior mas nao importa... quando a este... bem esta letra e qualquer coisa... gosto mesmo muito... a musica e que ja nem tanto... pormenores...