segunda-feira, 19 de abril de 2010

Ausente


Não me dissipo nos teus gestos,

Mas assumo a personagem em 1º plano,

Na esperança de assumir um lugar ausente,

Em sequências descontextualizadas,

Num reflexo articulado do teu pensamento,

Como se quisesse controlar o sentido,

Como se não pudesse...


Perdesse!

1 comentário:

pinguim disse...

Conforme pediste aqui vai o e-mail
jcroque@netcabo.pt

Peço desculpa de nos últimos dias não estar a comentar os blogs, mas estou a ler tudo primeiro, para "recuperar"; depois já entro na normalidade.
Abração.